[Resenha] Uma Semana Para Se Perder - @gutenberg_ed

14 março 2017
Nome: Uma semana para se perder
Série: Spindle Cove Livro 2
Autor(a): Tessa Dare
Páginas: 288
ISBN: 9788582353080
Editora: Gutenberg
Ano de lançamento: 2015
Comprar: Livraria Cultura, Saraiva, Submarino


O que pode acontecer quando um canalha decide acompanhar uma mulher inteligente em uma viagem? A bela e inteligente geóloga Minerva Highwood, uma das solteiras convictas de Spindle Cove, precisa ir à Escócia para apresentar uma grande descoberta em um importante simpósio. Mas para que isso aconteça, ela precisará encontrar alguém que a leve. Colin Sandhurst Payne, o Lorde Payne, um libertino de primeira, quer estar em qualquer lugar menos em Spindle Cove. Minerva decide, então, que ele é a pessoa ideal para embarcar com ela em sua aventura. Mas como uma mulher solteira poderia viajar acompanhada por um homem sem reputação? Esses parceiros improváveis têm uma semana para convencer suas famílias de que estão apaixonados, forjar uma fuga, correr de bandidos armados, sobreviver aos seus piores pesadelos e viajar 400 milhas sem se matar. Tudo isso dividindo uma pequena carruagem de dia e compartilhando uma cama menor ainda à noite. Mas durante essa conturbada convivência, Colin revela um caráter muito mais profundo que seu exterior jovial, e Minerva prova que a concha em que vive esconde uma bela e brilhante alma. Talvez uma semana seja tempo suficiente para encontrarem um mundo de problemas. Ou, quem sabe, um amor eterno.

Se tem um gênero literário que amo mais que chocolate é romance de época. No entanto, fazia tempo que eu não lia um. O motivo? Uma bendita ressaca literária.

"Uma semana para se perder" estava parado na minha estante faz tempo e há uma semana atrás estava ansiando tanto por um romance de época que não pensei muito e peguei o primeiro que vi.

O livro é o segundo da série, Spindle Cove, publicada aqui no Brasil pela Editora Gutenberg. E antes que me perguntem, sim, eu comecei pelo segundo livro, esse foi o meu primeiro contato com a autora e confesso que não poderia ter sido melhor, a escrita de Tessa Dare é muito gostosa de ler, flui facilmente.

Pois bem, vamos conhecer a história, Minerva Highwood é uma mocinha fora do comum e muito avançada para a época em que vive, ela vive com a cara enfiada nos livros, ama estudar coisas como fósseis. Ela mora em Spindle Cove com sua mãe e as duas irmãs, sendo Minerva a irmã do meio. Diferente delas, Minerva sabe que talvez nunca se case, ela não é o tipo de mulher que chama a atenção dos homens, nem sua própria mãe coloca fé na pobre moça e por incrível que pareça, ela está bastante conformada com isso.


Colin Sandhurst, Lorde Payne como é conhecido, é aquele típico libertino, lindo, dono de um título de Visconde, ele consegue conquistar qualquer mulher que quiser. Porém sua fortuna está sob a posse de seu primo e ele só poderá colocar as mãos nela depois de seu aniversário, até lá ele está passando um tempo em Spindle Cove.

No entanto, um belo dia Minerva​ escuta um rumor de que o Lorde Payne iria pedir sua irmã mais velha em casamento. Minerva não se conforma com aquilo é claro, a vida de sua irmã sendo arruinada por um libertino. Então, ela vai tirar satisfações com Colin, no meio da noite, quando o mesmo já estava em suas acomodações. 

Conversa vai, conversa vem, e ela faz uma proposta para Colin, ele não se casaria com a irmã dela, em troca o que Minerva lhe ofereceu foram 500 guineus, o suficiente para ele sair de Spindle Cove e se manter em Londres por um tempo, para isso ele teria que ir com Minerva até um simpósio de geologia, onde ela apresentaria uma descoberta que fez nos últimos tempos e o dinheiro do prêmio ficaria todo para ele. 


De início Colin nega, pois além de tudo, Minerva teria a reputação arruinada, porém ela não estava ligando muito para isso, já que ela nunca se casaria mesmo. Entretanto, uma contraproposta é feita e sem relutar, nossa mocinha destemida a aceita.

Minerva não nutri grandes sentimento​s por Colin, ela na verdade o odeia e isso é algo mútuo. Mas o ódio é uma emoção apaixonada, não é mesmo? 

Então eles partem numa viagem que é uma verdadeira aventura e para a surpresa de Minerva, Colin se mostra ser bem diferente do que ela estava imaginando. E nós leitores nos apaixonamos por completo junto com ela.

"Ele era Colin Sandhurst, malandro
incorrigível, imprudente e, maldição, ele não conseguia resistir. Ele queria
diverti-la, mimá-la, alimentá-la com doces e iguarias. Roubar um beijo ou dois, quando ela não estivesse esperando. Ele queria ser um jovem apaixonado que levava sua garota para a feira. Em outras palavras, ele queria viver honestamente. Só aquele dia."


O livro é narrado em terceira pessoa e como disse acima, a leitura flui facilmente. Tessa Dare nos apresenta uma história bem desenvolvida, com personagens cativantes que vão amadurecendo ao longo da trama e que conquistam o leitor logo de início. Minerva é a melhor mocinha! Sem palavras para dizer o quanto me identifiquei com ela e que heroína ela é meus caros leitores.

Não há como negar que o ponto do alto do livro é o romance, no decorrer da leitura nós ficamos ávidos por querer que esses dois fiquem juntos logo e o mais legal é a forma como tudo acontece.

Bom, sendo sincera, não sei como explicar o quanto gostei desse livro e o quanto ele significou pra mim depois dessa looooonga ressaca(que eu espero que tenha ido embora de vez), mas eu só tenho recomendações a fazer. Tessa Dare virou uma das minhas autoras preferidas e eu só consigo pensar no quanto quero ler mais livros dela.

E vou sim ler o primeiro da série, será uma das minhas próximas leituras, tenho certeza que será tão bom quanto esse foi, estou muito ansiosa.


Esse livro foi uma cortesia da editora.

Beijos!

6 comentários:

  1. Estou louca pra ler algum romance de época escrito por autores contemporâneos. Vejo vários deles fazendo sucesso mas até agora não li, vou guardar o nome desse. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Mas um livrinho para a maluca por romances de época aqui colocar na lista de desejados. Amo esses romances de época onde a mocinha é meio nerd, rsrs. Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  3. Ressaca literária derruba mesmo, o que amo mais que chocolate é poesia e também faz um tempo que não leio pelo mesmo motivo. A maioria das resenhas que li sobre esse livro, diziam a mesma coisa, a leitura flui.

    ResponderExcluir
  4. é, dá pra notar pela resenha que você ficou encantada com a escrita de Tessa... pra ser franca, não curto o gênero romance de época,por isso passo a dica...
    espero que vc aprecie a leitura do primeiro livro da série...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  5. Oie
    uau que legal que te agradou tanto, eu não leio romances de e´poca mas to vendo que esses estão bem interessantes então rolou uma curiosidade, adorei saber um pouco da história

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie tudo bem? Comecei a ler livros do gênero há pouco tempo, ainda não li nada da Tessa mas tenho muito interesse nessa trilogia, amei a dica!

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!