Correio Literário #50 - Saldo da Bienal

20 setembro 2017


Oi oi gente! Tudo bem?
Ainda falando sobre a Bienal, a propósito já estou morrendo de saudades. Hoje eu vim aqui para mostrar o saldo de todos esses dias de evento. Alguns livros ganhamos, ou foram compras e outros, bom que tal sortear? Mas não darei spoiler de qual, rs


Lembram daquela lista que fiz aqui no blog sobre a wishlist? A minha intenção era comprar somente se os livros estivessem muito baratos e bom, quando vi essa coisinha linda no estande da Record, não resisti. Ansiosa pra ler e resenhar :)


Em parceria com a Ler Editorial recebemos esses três livros lindos! Ambos foram retirados no estande da editora e estou muito ansiosa para ler. Tem romance dr época, precisa dizer mais?


Quem leu o post sobre o novo lançamento do Ique Carvalho sabe que esse livro foi presente da editora e está super lindo por dentro, já os do lado, são aquelas comprinhas que não resisti, rs.


Quem aqui já leu Agatha Christie? Eu estava louca para começar a ler os livros da autora e como eles estavam super baratinhos no estande da Harper Collins acabei trazendo esse.


Eu postei esses dias no Instagram uma foto falando sobre o quão louca estou para ler esse livro. Há anos tento comprar, porém só agora consegui! Ansiosa sim ou claro?



Por último, mas não menos importante... Esses dois livros muito amorzinho. Ainda não acredito no valor que paguei neles e mal posso esperar para ler! Já deu para perceber o que essa Bienal rendeu né? Em breve teremos muitas resenhas aqui!

Acompanhe o blog nas redes sociais

Beijos!

[Resenha] Meus dias com você - @editoraarqueiro

18 setembro 2017

Nome: Meus dias com você
Autor(a): Clare Swatman
Páginas: 288
ISBN: 9788580417401
Editora: Arqueiro
Ano de lançamento: 2017
Comprar: Amazon, Saraiva

Quando o marido de Zoe morre, o mundo dela desaba. Mas e se fosse possível tê-lo de volta?
Numa fatídica manhã, Ed e Zoe têm uma discussão terrível, algo recorrente no seu casamento em crise, e ela acaba se despedindo de forma brusca quando ele sai para o trabalho.
Pouco tempo depois, um ônibus acerta a bicicleta de Ed, matando-o e deixando Zoe arrasada por não ter lhe dito quanto o amava. Se tivessem ficado mais um pouco juntos aquela manhã, ele ainda estaria vivo? Será que poderiam ter reconstruído o amor que os unira?
Após dois meses, Zoe ainda não conseguiu se conformar. De luto, decide cuidar do jardim do marido, quando acaba caindo e desmaiando. Então, algo estranho acontece: ao acordar, ela está em 1993, no dia em que conheceu Ed na faculdade.
A partir desse instante, Zoe passa a reviver momentos cruciais de sua vida e percebe que talvez tenha conseguido uma segunda chance: uma oportunidade de fazer tudo diferente, de focar naquilo que realmente importa, de mudar os rumos do relacionamento – e, quem sabe, o destino de seu grande amor.(SKOOB)

Em seu livro de estreia, Clare Swatman nos apresenta um romance lindo e delicado, capaz de arrancar suspiros de muitos leitores.

Logo no inicio do livro nos deparamos com Zoe no funeral de seu marido Ed que foi morto num acidente. Dois meses depois, Zoe ainda sofrendo as dores da partida de seu marido, ela cai, bate a cabeça e misteriosamente acorda numa manhã de 1993. 

No entanto, não é uma manhã qualquer, é o dia de sua ida para a faculdade, onde ela conheceu Ed.


No início Zoe acha que aquilo só pode ser um sonho, afinal de contas ninguém é capaz de voltar no tempo. Porém, depois de um tempo revivendo aquilo tudo. A primeira coisa que Zoe procura quando acorda é um calendário para saber em que ano está ou se tinha voltado para os dias atuais.


"A ideia de não ter Ed ao meu lado me enchia de pavor. Seria como viver uma vida pela metade."

Desse jeito vamos conhecendo um pouco do relacionamento dos dois e de como tudo começou. Preciso dizer que me apaixonei pelo livro logo nas primeiras páginas. A morte de Ed me deixou devastada e já imaginei o quanto sofreria lendo. E apesar de saber o que aconteceria e ficar com aquela sensação de "eu já li isso antes", não tinha muita certeza.


Eu me apaixonei pela leitura, me apaixonei pelos personagens e foi praticamente impossível para mim não criar expectativas em relação ao que Zoe estava vivendo, ou revivendo. Confesso que foi uma leitura que me emocionou muito. Sem dúvida alguma "Meus dias com você" é daqueles livros em que você se coloca no lugar no do personagem e começa a refletir sobre muitas coisas.


É um romance que foi muito bem escrito e desenvolvido, a escrita da autora é fluida, de modo que não conseguimos largar até saber o que acontece. Para quem gosta de romances no estilo Nicholas Sparks e Cecelia Ahern, esse livro é perfeito.

Esse livro foi uma cortesia da editora.

Beijos!

Conheçam "Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca" novo livro do autor Ique Carvalho - @editoraarqueiro

16 setembro 2017


Hey people! Tudo bem?
No post sobre a Bienal eu comentei sobre ter tido o grande prazer de conhecer pessoalmente alguns autores que admirava, um deles é o Ique Carvalho. 

Eu acompanho o trabalho do autor desde o seu primeiro lançamento pela Editora Gutenberg, "Faça amor, não faça jogo".


Seu novo livro, "Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca", está sendo lançado pela Editora Arqueiro através do selo Sextante.

O livro traz diversas crônicas sobre o amor e reflexões tocantes que promete conquistar muitos leitores.


A Editora Arqueiro presenteou todos os parceiros que estavam no evento com um exemplar do livro tendo uma sessão de autógrafos exclusiva logo depois.


A vida de Ique Carvalho era tranquila e parecida com a de muitos jovens de Belo Horizonte, sua cidade natal. Ele morava com os pais e os irmãos, era apaixonado pela namorada e trabalhava na agência de publicidade da qual era sócio. Suas impressões sobre o cotidiano iam para o blog The Love Code, onde podia dar vazão ao seu talento para escrever. Até que, em 2013, dois fatos fizeram tudo virar de ponta-cabeça.

Na mesma semana, seu namoro teve um fim traumático e o pai recebeu o diagnóstico de uma doença degenerativa grave, que o mataria aos poucos. Sem chão e em meio a um turbilhão, foi no blog que encontrou refúgio para expressar seus sentimentos.


Os textos fortes e genuínos acabaram viralizando, popularizando o site e dando a Ique milhares de fãs e seguidores. Suas palavras possuem o incrível dom de ser, ao mesmo tempo, simples e profundamente verdadeiras, traduzindo o que há de mais puro e desejável no amor.

Essa mesma capacidade de causar impacto e despertar as emoções dos leitores permeia as reflexões tocantes de Trago seu amor de volta, seu aguardado segundo livro solo. Ique mais uma vez demonstra sua vocação única como cronista do amor em todas as suas expressões.


Eu estou muito curiosa para ler o novo livro do autor, a diagramação está linda e não tenho palavras para dizer o quanto a Editora Arqueiro caprichou nessa obra. Espero poder ler muito em breve :)

***

Acompanhe o blog pelas redes sociais

Link para compra do livro

Quem já conhece os trabalhos do autor? 
Vou adorar saber sua opinião!

Beijos!

[Série] Jane The Virgin - @TheCW

13 setembro 2017


Hey gente! Tudo bem?
Vamos falar de série? Semana passada eu estava conversando com uma amiga sobre séries e ela me indicou uma que gostava muito e que eu até então só conhecia de nome, "Jane The Virgin".

Preciso dizer que a princípio não me animei muito não, mas ai quando estava sem fazer nada querendo assistir alguma coisa e a série estava lá... Bom, juntei o útil ao agradável e me vi surpresa quando percebi que estava amando todo aquele dramalhão.

Jane foi criada numa família nada convencional, formada por ela, sua mãe e avó. Sua mãe nunca foi o melhor exemplo para a filha e eu não falo isso só pelos seus namoros, porém, esse fato não influenciou muito o comportamento de Jane. Já sua avó, sempre foi uma mulher muito religiosa, o que levou sua neta a ser também.


Ainda na adolescência, Jane jurou que só entregaria sua "flor" depois do casamento, ou seja, perder sua virgindade. Os anos se passam, Jane está prestes a se casar com o homem dos seus sonhos quando as coisas mudam completamente e colocam seus planos por água abaixo. Ela fica grávida.  Mas como isso é possível se ela ainda é virgem? Vamos chegar lá. 


Luisa não está tendo um de seus melhores dias, ela acaba de descobri que sua namorada a traiu e ela mal está conseguindo formar pensamentos coerentes. No entanto, vida que segue, né? Então, para ocupar a cabeça ela vai trabalhar na manha seguinte, por coincidência é o mesmo hospital onde Jane tem um exame de papanicolau marcado.

Rafael Solano é daqueles típicos mocinhos, rico, bonito e dono de um luxuoso hotel. É casado com Petra, mas seu casamento não está indo nada bem e ele está começando a cogitar o divórcio. Desesperada, Petra sabendo disso faz a única coisa que não poderia fazer, descongela o sêmen de Rafael para fazer uma inseminação. O problema é que Rafael não pode ter filhos, pois ele teve câncer e aquela era a única chance dele, uma vez que um sêmen é descongelado não pode ser congelado novamente. O que nos leva de volta para Jane que, por engano, é inseminada e fica grávida de um desconhecido. Um desconhecido que talvez não seja tão desconhecido assim.


Eu estou amando essa série, são muitas tretas e a cada episódio as coisas só ficam melhores. Os detalhes são importantes demais, mas confesso que mesmo prestando atenção sou surpreendida toda vez que assisto.

Atualmente "Jane The Virgin" tem três temporadas já renovada para a quarta. Até agora eu só vi a primeira, que aliás está disponível na Netflix. Para quem gosta de dramas, confusões e uma boa dose de comédia, não pode deixar essa dica passar ;)

Beijos!