Correio Literário #51

18 outubro 2017

Hey gente! Tudo bem?
Vamos falar de livros? Depois de uma greve longa e muitos problemas, os correios finalmente voltaram a funcionar! Não tão bem como deveria, mas o suficiente para entregar as solicitações que já estavam há muito tempo atrasadas.

Esse mês recebemos os primeiros livros em parceria com a Harper Collins e estamos muito felizes. Em breve terá resenha deles aqui no blog, mal podemos espera para ler.



Já em parceria com a Editora Arqueiro recebemos o primeiro livro da nova série da Julia Quinn, que alias está em promoção de Top Comentarista aqui no blog, não deixe de participar!



AAAAAA eu estava louca por esses livros! recebemos em parceria com a Faro Editorial os livros "Mister O" e "Marca da Escuridão", primeiro da série "Marked". Logo vamos ter novidades aqui e muitas resenhas legais!

Conta ai, já leram algum desses livros?
O que acharam?

Beijos!

[Resenha] Métrica - @galerarecord

16 outubro 2017

Nome: Métrica - Slammed Livro 1
Autor(a): Colleen Hoover
Páginas: 304
ISBN: 9788501401861
Editora: Galera Record
Ano de lançamento: 2013
Comprar: Amazon

Após a morte do pai, a ausência torna-se a maior companheira de Lake. A responsabilidade pela mãe e pelo irmão a congelam em um limbo de luto e dor. Por fora, ela parece corajosa e tenaz; por dentro, está perdendo as esperanças. E se mudar do único lar que conheceu não ajuda em nada.
Agora em uma nova casa, em uma nova cidade, ela precisa achar seu caminho. E um rapaz apaixonado por poesia pode ser o guia perfeito. Quando conhece o novo vizinho, Layken imediatamente sente uma intensa conexão. Algo que finalmente parece desanuviar um pouco sua realidade.
Mas o caminho da verdadeira felicidade não é feito de tijolos dourados, e logo uma revelação atordoante faz o novo relacionamento ser bruscamente interrompido. O dia a dia vai se tornando cada vez mais doloroso à medida que eles se esforçam para encontrar um equilíbrio entre os sentimentos que os aproximam e as forças que os separam.(SKOOB)
1. vrs o conjunto das regras que presidem a medida, o ritmo e a organização do verso, da estrofe e do poema como um todo, metrificação, versificação.

Dos livros da Colleen Hoover, "Métrica" era um dos que menos queria ler. Porém, depois de ler uma resenha em que a autora falava com tanta empolgação do livro, preciso dizer que fiquei muito interessada. No entanto, antes de pegar para ler não sabia muita coisa, nada além do que estava escrito na contra-capa.

Nós vamos conhecer Lake, uma adolescente que acabou de perder o pai e ainda está sofrendo muito com esse falecimento. Devido a alguns fatores citados no livro e o financeiro, eles se vêem obrigados a mudar de cidade, sua mãe então decide voltar para o Michigan, cidade onde foi muito feliz quando mais nova. O problema é que Lake não vê sua nova casa como lar de forma alguma, mas querendo ou não precisa se adaptar a essa nova vida.

Já Kel é totalmente o oposto da irmã, assim que chega ele já faz uma amizade muito especial. Caulder tem a mesma idade de Kel e é irmão mais novo de Will.


Will é aquele tipo de mocinho que nos conquista logo de início. Apaixonado por poesia, ele divide seu tempo entre cuidar de seu irmão mais novo, trabalhar e as competições de Slam. Ele vê na poesia uma forma de por para fora todo aquele sentimento que as vezes é sufocante demais. E é através da poesia que o sentimento desses dois será despertado.

Quando ele e Lake se conhecem percebemos um sentimento mútuo de amizade, mesmo que pouco perceptível que aos poucos vai crescendo, de forma despretensiosa e se torna algo totalmente intenso.

Contudo, devido a um golpe do destino, eles se vêem obrigados a ficar separados, pelo menos até que tudo se resolva ou se ache uma solução, que não posso falar, pois pode ser considerado spoiler, só que é uma verdadeira facada em nossos corações.

“- Lake nada a respeito dessa situação tem sido fácil. Pra mim é uma luta diária... Acredite em mim pensei em todas as alternativas possíveis. Como você acha que me sinto, sabendo que é por minha causa que você está sofrendo? Que é por minha causa que está tão triste? – Will.”


Colleen Hoover nos apresenta um livro com uma bela lição e uma trama embalada por poesia e The Avett Brothers. Apesar de ser considerado um dos melhores​ livros da autora, "Métrica" passou longe de ser meu preferido.  Narrado em primeira pessoa o livro possui uma leitura bastante fluída, não perdendo o ritmo uma vez sequer, bem desenvolvido, com personagens que nos conquistam logo nas primeiras páginas, mas achei que faltou algo para fazer com que entrasse na minha lista de favoritos.


Embora tenha mais dois livros que completam uma trilogia, achei que o final de "Métrica" terminou bem fechado. No entanto, ainda quero ler os outros para saber qual foi o desfecho que Colleen deu para a história.

Então, vou terminar essa resenha pedindo que leiam e tirem suas próprias conclusões. "Métrica" é um belo livro.


Beijos!

Adentrando o universo de Stephen King

14 outubro 2017

Hey gente! Tudo bem?
Eu nunca senti muito interesse pelas obras de Stephen King, sei que ele é considerado um mestre quando o assunto é livros de terror, mas sendo bem sincera, não era algo que me enchia muito os olhos. 


Apesar de ser um gênero que gosto muito, quase nunca leio. Porém, no final de agosto, fiz uma amizade muito legal na faculdade (Victor, se estiver lendo isso, estou falando de você, rs) e o menino é simplesmente apaixonado pelo King e ele fala do autor com tanta empolgação que simplesmente me convenceu a dar uma chance, peguei "O Iluminado" para ler e será uma das minhas próximas leituras.

No entanto, para conhecer melhor esse universo de criaturas assustadoras e fantásticas que traz os livros do King, resolvi assistir também alguns filmes, filmes esses que são considerados clássicos e que eu já estou fazendo mil recomendações.

CHRISTINE, O CARRO ASSASSINO


Arnie Cunningham (Keith Gordon) adora Christine, um carro modelo 1958 Plymouth Fury que não está em seu melhor estado. Decidido a restaurá-la a qualquer custo, Arnie dedica todo seu tempo para ela, o que faz com que se afaste dos amigos e da própria realidade. Leigh (Alexandra Paul), sua namorada, e Dennis (John Stockwell), seu melhor amigo, procuram o antigo dono de Christine e descobrem que o mesmo aconteceu com ele, antes de vender o carro. É quando eles chegam à conclusão que o único meio de resgatar Arnie é destruindo Christine.

IT - A COISA


Um grupo de sete adolescentes de Derry, uma cidade no Maine, formam o auto-intitulado "Losers Club" - o clube dos perdedores. A pacata rotina da cidade é abalada quando crianças começam a desaparecer e tudo o que pode ser encontrado delas são partes de seus corpos. Logo, os integrantes do "Losers Club" acabam ficando face a face com o responsável pelos crimes: o palhaço Pennywise.

O que falar de "It"? Eu sei, eu sei, deveria ter lido o livro antes, ainda tenho muita vontade de ler, mas, me julguem, não gostei muito. Achei a história muito confusa e o final totalmente sem sentido. Se alguém ai já assistiu e ficou com uma opinião diferente da minha, deixe ai nos comentários o que achou.

CARRIE - A ESTRANHA


Carietta White (Chloë Grace Moretz) sempre foi oprimida pela sua mãe, Margaret (Julianne Moore), uma fanática religiosa. Além dos maus tratos em casa, Carrie também sofre com o abuso dos colegas de escola, que nunca compreenderam sua aparência nem seu comportamento. Ridicularizada por todos, aos poucos ela descobre que possui estranhos poderes telecinéticos, que se manifestam com força total durante sua festa de formatura.

Um dos clássicos de terror, acho que até mesmo aquela pessoa que nunca ouviu falar do King conhece a história de "Carrie - A Estranha". Existem três versões do filme e eu já assisti todas elas, porém a que mais recomendo é a primeira, apesar de gostar muito da adaptação de 2013, a atuação é bem mais real e Sissy Spacek está fantástica no papel.

***

Quem aqui já leu algo do King?
O que achou?

Beijos!

Lançamentos da @editoraarqueiro - Out/2017

11 outubro 2017


Hey gente! Tudo bem?
Semana de feriado e tem coisa melhor que aproveitar esses dias colocando a leitura em dia? Não, né? Mas hoje eu vim aqui para falar um pouco sobre novidades. Nesse mês de outubro a Editora Arqueiro está trazendo lançamentos incríveis e eu mal posso esperar para ler!

Em A irmã da pérola, quarto volume da série As Sete Irmãs, duas jovens de séculos diferentes têm seus destinos cruzados numa emocionante história sobre amor, arte e superação.
Ceci D’Aplièse sempre se sentiu um peixe fora d’água. Após a morte do pai adotivo e o distanciamento de sua adorada irmã Estrela, ela de repente se percebe mais sozinha do que nunca. Depois de abandonar a faculdade, decide deixar sua vida sem sentido em Londres e desvendar o mistério por trás de suas origens. As únicas pistas que tem são uma fotografia em preto e branco e o nome de uma das primeiras exploradoras da Austrália, que viveu no país mais de um século antes.
A caminho de Sydney, Ceci faz uma parada no único local em que já se sentiu verdadeiramente em paz consigo mesma: as deslumbrantes praias de Krabi, na Tailândia. Lá, em meio aos mochileiros e aos festejos de fim de ano, conhece o misterioso Ace, um homem tão solitário quanto ela e o primeiro de muitos novos amigos que irão ajudá-la em sua jornada.
Ao chegar às escaldantes planícies australianas, algo dentro de Ceci responde à energia do local. À medida que chega mais perto de descobrir a verdade sobre seus antepassados, ela começa a perceber que afinal talvez seja possível encontrar nesse continente desconhecido aquilo que sempre procurou sem sucesso: a sensação de pertencer a algum lugar.

Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown contra-ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável.
Quem roubou o bracelete de lady Neeley?
Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.
Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816
Um belo caçador de fortunas foi enfeitiçado pela debutante mais desejada da temporada. Agora ele precisa provar que o que deseja é o coração da jovem, não o dote dela.
Uma criada adorável e espirituosa está deslumbrada com as atenções românticas que tem recebido de um charmoso conde. Mas um relacionamento entre eles seria escandaloso e poderia arruinar a reputação dos dois.
Uma jovem inocente que passou a vida evitando escândalos de repente se vê secretamente cortejada pelo maior libertino de Londres.
Um visconde que vaga sem destino volta para casa para reacender o fogo da paixão de seu casamento, mas descobre que sua linda e decidida esposa não será conquistada tão facilmente.

Robert Langdon, o famoso professor de Simbologia de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbao para assistir a uma apresentação sobre uma grande descoberta que promete “mudar para sempre o papel da ciência”.
O anfitrião da noite é o futurólogo bilionário Edmond Kirsch, de 40 anos, que se tornou conhecido mundialmente por suas previsões audaciosas e invenções de alta tecnologia. Um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, há 20 anos, agora ele está prestes a revelar uma incrível revolução no conhecimento… algo que vai responder a duas perguntas fundamentais da existência humana.
Os convidados ficam hipnotizados pela apresentação, mas Langdon logo percebe que ela será muito mais controversa do que poderia imaginar. De repente, a noite meticulosamente orquestrada se transforma em um caos, e a preciosa descoberta de Kirsch corre o risco de ser perdida para sempre.

Nos anos 1920, as órfãs Emília e Luzia são as melhores costureiras de Taquaritinga do Norte, uma pequena cidade de Pernambuco. Fora isso, não podiam ser mais diferentes.
Morena e bonita, Emília é uma sonhadora que quer escapar da vida no interior e ter um casamento honrado. Já Luzia, depois de um acidente na infância que a deixou com o braço deformado, passou a ser tratada pelos vizinhos como uma mulher que não serve para se casar e, portanto, inútil.
Um dia, chega a Taquaritinga um bando de cangaceiros liderados por Carcará, um homem brutal que, como a ave da caatinga, arranca os olhos de suas presas. Impressionado com a franqueza e a inteligência de Luzia, ele a leva para ser a costureira de seu bando.
Após perder a irmã, a pessoa mais importante de sua vida, Emília se casa e vai para o Recife. Ali, em meio à revolução que leva Getúlio Vargas ao poder, ela descobre que Luzia ainda está viva e é agora uma das líderes do bando de Carcará.
Sem saber em que Luzia se transformou após tantos anos vagando por aquela terra escaldante e tão impiedosa quanto os cangaceiros, Emília precisa aprender algo que nunca lhe foi ensinado nas aulas de costura: como alinhavar o fio capaz de uni-las novamente.

O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo.
Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida. Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada.
Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas.

O que acharam?

Beijos!