[Resenha] A transformação de Raven - @editoraarqueiro

09 setembro 2015

Nome: A Transformação de Raven - Noites em Florença I
Autor(a): Sylvain Reynard
Páginas: 448
ISBN: 978-85-8041-386-1
Editora: Arqueiro
Ano de lançamento: 2015
Comprar: Saraiva, Submarino

Florença, o berço do Renascimento. Um lugar culturalmente fervilhante, perfeito para quem quer esconder segredos ou está em busca de uma segunda chance. Como a doce Raven, que se muda para a cidade na tentativa de esquecer os traumas do passado e se dedicar à sua maior paixão: a restauração de pinturas renascentistas.
Um dia, voltando para casa do trabalho na Galleria degli Uffizi, sua vida muda para sempre. Ao tentar evitar o espancamento de um sem-teto, Raven é atacada. Sua morte parece iminente, mas seus agressores são impedidos e brutalmente assassinados. Assustada e prestes a perder os sentidos, ela só consegue vislumbrar uma figura sombria que sussurra: Cassita Vulneratus.
Ao despertar, Raven faz duas descobertas perturbadoras: uma semana se passou desde o ocorrido e ela se transformou por completo. Quando volta ao trabalho, mais uma surpresa: alguém conseguiu burlar o sofisticado sistema de segurança da galeria e roubar a inestimável coleção de ilustrações de Botticelli sobre A divina comédia.
Em busca da verdade, Raven cairá diretamente nos braços do Príncipe de Florença – tão belo quanto poderoso, tão sedutor quanto maligno –, que lhe apresentará um submundo de seres perigosos e vingativos, cujas leis ela precisa aprender depressa se quiser se manter viva e salvar os que a cercam.
A Transformação de Raven marca o início da série Noites em Florença, cujos personagens foram apresentados no prólogo O Príncipe das sombras.

"A Transformação de Raven" é o primeiro livro da nova série do autor Sylvain Reynard "Noites em Florença", que embora os personagens da trilogia "Inferno Gabriel" façam parte deste, pode ser lida separadamente.


O livro conta a história de Raven, uma mulher comum, com uma meia deficiência (como costuma falar no livro), que trabalha com restauração de quadros e ama seu trabalho. Certa noite voltando de uma festa, Raven encontra alguns homens fazendo mal ao sem-teto que já o considerava amigo, pois sempre passava por onde ele ficava e conversava com ele. Ao tentar ajuda-lo, Raven é brutalmente agredida e antes que acontecesse algo pior com ela, um homem misterioso aparece para salva-la. E então ela apaga e não se lembra de mais nada depois disso.

Quando Raven desperta, dias depois percebe o quão diferente está. Está mais magra, mais bonita e agora sua deficiência não é um problema. No entanto, ela não sabe como aquilo aconteceu, não se lembra de nada de dias atrás, apenas da festa e que depois disso tinha ido para casa e acordado daquele jeito.

Nesse meio tempo em que nossa protagonista ficou sumida, um quadro muito valioso foi roubado de onde ela trabalha, da famosa coleção da família Emerson (sim, eu estou falando do Gabriel). Sem saber de nada, Raven volta ao trabalho mas essa sua nova aparência a deixa irreconhecível, e a súbita perda de memória complicam as coisas para ela, fazendo com que seja uma das suspeitas, de inicio, pelo roubo.


William York é o vampiro mais poderoso de toda Florença. Comandando uma legião de vampiros, ele e seu secto tentam manter sua cidade segura a todo custo. Entretanto, William é um homem solitário, que já viveu por muitos séculos e que esconde muitos segredos. 

Os caminhos dele e de Raven se cruzam quando ele a salva dos homens que estavam tentando estrupa-la e ai, Raven vira uma obsessão para ele, pois a todo custo ele quer proteger aquela estranha que o intriga tanto, sua Cassita Vulneratus.

“Sob muitos aspectos, somos um par perfeito. Vemos um ao outro como realmente somos, mas nenhum dos dois considera o outro defeituoso”.

O livro é muito bem escrito e possui uma narrativa bastante fluida. Contudo, não vou negar que em certas partes fiquei meio confusa, tentando entender onde o autor queria chegar com a trama.


A narrativa do mesmo é em terceira pessoa, ora sendo voltada para Raven, ora sendo voltada para o príncipe e preciso dizer que dessa forma facilitou bastante para entender quem eram os personagens e os sentimentos deles. Fazendo com o que o livro não ficasse cansativo.

E foi o primeiro livro que li do autor e serviu mais como uma apresentação para mim. Entretanto ao terminar a leitura, confesso que fiquei bastante curiosa para ler outras coisas dele. A escrita me conquistou mais do que a história em si e já estou com um segundo livro do Sylvain em mãos, com certeza será uma das minhas próximas leituras.

"A Transformação de Raven" é um livro que mistura romance, mitologia e vampiros, escrito de forma extremamente sedutora. Fãs do autor e do gênero não podem deixar de ler esse livro!



5 comentários:

  1. Olá!
    Confesso que esse tipo de livro não me atrai, não mais. Acho esse tipo de história muito previsível e isso me irrita um pouco. Acho que vou deixar passar essa dica :/

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  2. Li e gostei mto deste livro. Já sou fã da trilogia O Inferno de Gabriel e esperava ansiosamente o lançamento desta nova série.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá, Fernanda!

    Os livros da Sylvian não fazem muito o meu estilo, mas por ser ambientado em um local que eu gosto e ter arte envolvida no enredo, talvez eu dê uma chance a este volume.

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Li o Inferno de Gabriel, o que eu mais gostei foi das inúmeras citações de obras importantes e da Divina Comédia de Dante, no qual o livro todo é trabalhado. Amo os clássicos, então pra mim é uma leitura bem gostosa. Vou procurar esse da Raven. Gostei da tua resenha!

    www.clubedaquelelivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ruth!
      Essas citações são o ponto alto do livro! Tenho muita vontade de ler a trilogia do Gabriel, espero poder fazer isso logo :)

      Bjs!

      Excluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!