25 março 2017

[Resenha] Como se fosse magia - @gutenberg_ed


Nome: Como se fosse magia
Autor(a): Bianca Briones
Páginas: 208
ISBN: 9788582353967
Editora: Gutenberg
Ano de lançamento: 2016
Comprar: Americanas, Submarino

Eva nasceu com o dom de passar todos os seus sentimentos para o papel, e com isso conquistou milhares de leitores pelo mundo. Agora, ela precisa escrever o último livro da sua série de fantasia, mas está com bloqueio criativo há um ano e não sabe o que fazer. Enquanto tenta se reconectar a seus personagens, a vida coloca em seu caminho um homem idêntico a um dos seus protagonistas. O problema é que o desconhecido surge sem nenhuma lembrança de quem ele é.
Enzo está muito confuso. A princípio, ele duvida da conversa maluca de Eva. Mas mesmo com dificuldade em acreditar, ele não pode negar que se sente extremamente ligado a ela.
Envolvidos por esse curioso e estranho mistério, Eva e Enzo estão prestes a descobrir que, às vezes, para que duas pessoas se encontrem, mundos inteiros são capazes de colidir.(SKOOB)


Eu nunca fui muito fã de literatura nacional, mas de uns tempos para cá tenho sido conquistada de tal forma por esses livros que me vejo em um caminho sem volta e passei a sentir um amorzinho especial por eles.

Os livros da Bianca foram um dos primeiros que li da nossa literatura e hoje ela entrou para a lista das minhas autoras favoritas. Por já ter lido todos os livros dela, eu não fiquei nada menos do que ansiosa para conferir a história de "Como se fosse magia" de perto.

Nele somos apresentados a Eva, ela nasceu para criar histórias, seus personagens são tão reais que quase podem ser tocados, ela vê e conversa com eles como se estivesse conversando com qualquer outra pessoa e assim ela acabou virando uma autora de sucesso.


Porém, faz um tempinho que Eva não consegue escrever nada, ela está passando por um bloqueio criativo que não parece ter fim e o pior de tudo é que o prazo para ela entregar o último livro da série "Como se fosse magia" está chegando ao fim e ela não sabe o que fazer. Para isso ela conta com a ajuda de Thiago.

Ele é seu melhor amigo, agente literário e faz de tudo para ajuda-la, também virou um dos meus personagens favoritos. Ele são muito unidos, daquele tipo de amizade que você fica encantado só de olhar, eles se completam de tal forma que, fica impossível viverem​ afastados por muito tempo.

Eva faz de tudo para buscar àquela inspiração de início dos livros e quando ela volta a ver uma de suas personagens quase surta achando que algo finalmente está mudando. 


Em uma noite voltando para a casa, com uma chuva torrencial, ela se depara com um homem caído, sem memória e o pior, a cara de seu personagem (lembram que eu falei que ela vê os personagens?), Enzo. Mas poderia ele ser o mesmo Enzo de seus livros?

A coincidência a assusta completamente e faz pensar várias vezes na forma como sua personagem, Elena, encontra Enzo, também caído e sem memória.


É claro que Eva o ajuda, o homem não fazia ideia de onde estava ou quem era. Thiago por outro lado acha que sua amiga está mais louca do que nunca, mas também se assusta com tal semelhança.

Enzo, obviamente, não acredita em nada daquilo, mas conforme o tempo vai passando, ele vai percebendo que afinal de contas Eva não estava tão errada assim. E um sentimento forte que chega de forma sutil vai adentrar o coração desses dois. Resta saber se Enzo vai voltar para as páginas dos livros ou não e isso, meus caros leitores, só lendo para saber.


"Como se fosse magia" é primeiro chick-lit de Bianca Briones e posso dizer que ela iniciou muito bem. O livro tem uma narrativa fluida, uma escrita simples e uma leveza própria de livros desse gênero. Romance na medida certa e todos os elementos que prendem o leitor do início ao fim.

Eu estou completamente encantada, admito, mas apesar de ter gostado, o livro está longe de ser meu preferido da autora, nada bate meu amor por Rafael. Mas claro, adoraria que um Enzo saísse dos livros e viesse para o mundo real.

Então é isso, leiam, tenho certeza de que não se arrependerão.


Esse livro foi uma cortesia da editora.

Beijos!

12 comentários:

  1. Oii Fernanda
    Estou com uma leve impressão que já vi sobre esse livro antes, sou muito fã da literatura nacional, acredito muito no potencial deles. Que edição maravilhosa! estou encantada com essa capa lindíssima. Adorei.
    Abraços;**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
  2. Mas, gente, eu nem fechei a série das batidas, hahaha! Jesus, essa autora não para! Amei o post e prometi a mim mesma que não compro nada dela até terminar a primeira série. Se vou cumprir é outro lance, mas que prometi, prometi! Beijos e sucesso!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  3. Hey, Fernanda!

    Já li alguns livros da Bianca e gostei muito, mas esse eu confesso que não tenho vontade de ler, não. A premissa não me chamou a atenção.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Vejo muita gente falando bem da escrita da autora e eu nem sabia que ela tinha lançado este chicklit, meu gênero favorito, por isso mesmo já salvei aqui e pretendo ler em breve. Ser fluído neste seguimento é muito importante, se nÃo fica difícil ler, arrastado e não gosto.
    Dica anotada, adorei.
    Beijos
    Resenha de Peça-Me o Que Quiser

    ResponderExcluir
  5. Oi. Já vi muitos comentários positivos para a obra da Bianca, mas nunca tive a oportunidade de ler. Fiquei curiosa para ler o enredo de "Como se fosse magia" e descobrir o que vai acontecer com os personagens, principalmente para entender melhor como tudo isso ocorre com Eva.

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que bom que de uns tempos para cá vem descobrindo livro produzidos no Brasil que correspondem aos seu gosto. Tem um peso muito forte quando alguém diz: "não gosto de literatura nacional", principalmente no que concerne a cultura de um povo, ao fortalecimento do coletivo. Sobre o livro da autora, conheço, mas não curto chick-lit

    ResponderExcluir
  7. Olá! Os autores nacionais tem apresentado grandes obras, está evoluindo bastante em todos os gêneros! A premissa do livro parece ser bem divertida, já imaginou, os personagens criando vida? Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oii! Eu sou super curiosa pra ler os livros das Batidas Perfeitas, no entanto esse livro não me chamou a atenção. Já vi alguns outros com a mesma premissa e também não me interessei.
    E é muito bom quando começamos a nos encantar pela literatura nacional, né? Tem muita coisa boa! Estou bem curiosa pra ler os livros da Fabiane Ribeiro, porque muita gente elogia

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Ainda não li nada da Bianca, mas sempre que vejo suas obras sendo citadas há junto uma enxurrada de elogios!
    A premissa é bem interessante e creio ser uma leitura realmente bem leve e divertida.
    Enzo parece ser cativante e espero que ele ajude com o bloqueio de Eva.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  10. Aquele livro que vc se identifica só pela sinopse hahaha
    Agora fiquei curiosas para saber como ela lidou com o bloqueio criativo e finaliza sua obra <3

    ResponderExcluir
  11. Confesso que aquela série da Bianca que todo mundo ama não me interessa nem um pouquinho, mas esse livro estou louca pra ler! Acho a capa fofa e a premissa me atrai, adoro chick-lits e sua leveza e espero conseguir ler esse logo.

    ResponderExcluir
  12. Olá! Como vai?
    Eu até uns tempos não curtia muito literatura nacional, mas estou dando mais valor, acabo encontrando ótimas histórias. A respeito do livro infelizmente esse não faz meu estilo. :(

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!